Tapioca de frigideira: paixão da culinária brasileira

Tapioca de frigideira: paixão da culinária brasileira

Tapioca de frigideira: paixão da culinária brasileira

A tapioca é bastante conhecida no Brasil, especialmente na região Nordeste. O grande benefício desse alimento é que ele pode ser preparado das mais diversas formas e assim, consegue agradar os mais diversos paladares. É possível fazer tapioca doce, salgada ou misturar esses dois sabores. Vai de acordo com a vontade do freguês.

Quer saber um pouco mais sobre essa iguaria típica da região Nordeste e apreciada em todo o país? Então leia o artigo até o final!

História da tapioca no Brasil

A tapioca é prato típico da cultura indígena e começou a ser incluído na dieta da população brasileira por pura necessidade. Na época das colonizações, o trigo não era tão abundante e, em um certo momento, faltou trigo para fabricar o pão. Então, os colonos de Pernambuco resolveram substituir o pão pela comida dos índios, a tapioca.

Na verdade, naquela época as pessoas comiam mais tapioca no dia a dia. A cultura de comer pão, todos os dias, só chegou ao Brasil depois que a família real portuguesa veio morar aqui em 1808.

De que é feita a “tapioca”

Existem algumas confusões acerca desse nome. A tapioca não é aquela massa que parece panqueca e que comemos em diversos locais. Essa tapioca, na verdade, é feita com a goma de mandioca e não com a farinha de mandioca como muitos imaginam.

Essa é uma confusão bastante comum, até porque, se formos aos supermercados, veremos diversas embalagens nas prateleiras com o nome tapioca na frente. Por isso, é sempre bom analisar qual é o produto que, de fato, vem no pacote. A Anvisa já determinou que os fabricantes precisa especificar. Por exemplo, em uma embalagem que o nome principal é tapioca, deve vir também a especificação como “goma de tapioca”.

A goma da mandioca, na verdade, nada mais é do que o amido da mandioca hidratado. Vamos explicar como ela é fabricada desde o início.

A mandioca (aipim ou macaxeira), ao ser esmagada, solta um tipo de leite. Esse leite, é deixado para secar e assim, depois que a água presente nele evapora, resta um tipo de pó bem fino e branco. O nome dessa fécula, também conhecida em outras regiões pelo nome de polvilho, é hidratada novamente e, após descansar, formam-se pedras de goma de mandioca. Depois, basta ralar e passar na peneira para comer.

Como fazer tapioca

E agora vamos ao que nos interessa. Primeiro, você precisará de uma frigideira de bordas rasas e antiaderente Panelux e uma espátula que possa ser usada nesse tipo de panela, de preferência, de silicone.

Depois, pegue a goma e rale para só depois peneirar. Caso tenha comprado no supermercado, só precisa peneirar. Se for fazer tapioca salgada, é bom colocar uma pitada de sal na massa e misturar antes de levar ao fogo brando. Basta virar a tapioca para que ela cozinhe por igual, formando um disco que deve ficar mole o suficiente para dobrar por cima de si mesma após colocar o recheio.

A tapioca de frigideira doce costuma ter um pouco mais de massa, deixando-a assim bem mais flexível, podendo ser enrolada como uma panqueca. Você pode colocar diversos tipos de recheios, sendo o de leite condensado com coco o mais tradicional.

Quer saber mais curiosidades e receitas como essa? Então, siga-nos nas redes sociais: Facebook e Instagram!